ESPORTE PARÁ

Paysandu vence Santa Cruz de virada na Arena Pernambuco e se afasta do Z4

Ayrton, de falta, e Bergson marcaram os gols do Bicola; Ricardo Bueno marcou para o Coral

Quem disse que ‘agosto é mês do desgosto’? O primeiro dia do mês é de alegria para o Paysandu, que voltou a vencer fora de casa na Série B do campeonato brasileiro. O triunfo da noite desta terça-feira (1) foi sobre o Santa Cruz (PE), dentro da Arena Pernambuco, em João Lourenço da Mata (PE), pela 18ª rodada da Série B do campeonato brasileiro.

O Papão entrou no jogo dedicado a se defender e sar no contra ataque. A estratégia deu certo e o Bicola foi superior, mas, aos 36 minutos, uma bobeira de Perí ocasionou um pênalti para o Santa Cruz. Ricardo Bueno bateu e abriu o placar. Na volta do segundo tempo, logo aos dois minutos, Ayrton foi para a cobrança da falta e jogou sem chances para Julio Cesar. Era o empate do Paysandu! Cinco minutos depois, o goleiro do Coral foi expulso por falta em Magno e, após grande pressão, o time de Marquinhos Santos virou o placar com Bergson, aos 41.

Saiba como foi a partida lance a lance aqui!

A vitória afastou o Paysandu da zona de rebaixamento e levou o clube para a 14ª colocação, com 23 pontos. Com a mesma pontuação, ficou o Santa Cruz (PE), que perde para o Bicola no saldo de gols e ficou na 15ª posição.

Mais aliviado, os bicolores retornam a Belém para encarar o Figueirense, às 19h deste sábado (5), na Curuzu, em Belém, com transmissão lance a lance pelo Portal ORM. O Coral de Givanildo Oliveira visitará o Juventude (RS), no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), às 16h30 do mesmo dia.

1º tempo: Paysandu se fecha, assusta, mas é o Santa Cruz quem marca

Compacto em campo, o Paysandu fez um primeiro tempo de marcação e saídas em contra ataque com velocidade. A posse de bola foi praticamente toda do Santa Cruz, que mostrou dificuldade no quesito ‘criatividade’ para furar o bloqueio bicolor. O resultado foi que o primeiro grande lance de perigo do jogo foi do Bicola. Aos 11 minutos, Bergson encontrou Rodrigo na área e o meia ajeitou para a chegada de Nando Carandina. O estreante bateu de primeira e Julio Cesar encaixou.

O jogo seguiu na mesma toada e, aos 23, o Papão viveu seu melhor momento na partida. Ayrton colocou na área para Rodrigo. O meia dominou com tranquilidade, mas demorou para ajeitar a bola para o chute e, quando finalizou, foi travado pelo zagueiro Anderson Salles, de carrinho. No minuto seguinte, Ayrton colocou na área. Perema desviou, Anselmo escorou e Gualberto bateu bonito, mas Anderson Salles rebateu. A sobra ficou com Bergson, que chutou e também foi travado, mas por Bruno Silva. Aos 25, Ayrton cobrou falta e mandou com muito perigo, rente ao ângulo direito de Julio Cesar.

Já aos 37 minutos, Tiago Costa saiu pela esquerda e cruzou da intermediária para Ricardo Bueno, que testou. Perí tentou cortar e acertou a bola com o braço. Pênalti marcado e o próprio Ricardo Bueno foi para a cobrança. Bola no cantinho direito, fora do alcance de Emerson e Santa Cruz 1 a 0 no Papão.

 

2º tempo: Ayrton acerta o pé, Santa Cruz tem um expulso e Bergson vira o jogo

Na volta do intervalo, o Paysandu saiu para o ataque pela direita e Magno tentou o lançamento para Bergson na entrada da área. Alex Travassos tentou cortar com o braço e foi marcada a falta a dois passos da meia lua da grande área. Ayrton foi para a bola e bateu com extrema categoria para empatar o confronto logo aos dois minutos.

 

O gol acendeu o Bicola, mas a postura continuava a de se defender para sair no contra ataque. Em uma dessas estocadas, Ayrton encontrou Magno disparando do meia para a esquerda sem qualquer marcação e lançou. O goleiro Julio Cesar saiu do gol e fez a falta fora da área. Cartão vermelho para o camisa 1 do ‘Santinha’ e, além do goleiro, a confiança foi embora do time pernambucano.

O Papão aproveitou a vantagem numérica em campo e passou a comandar o jogo. Só dava ataque alviazul contra a defesa coral. O duelo ficou monótomo pela falta de capacidade bicolor em criar e do Santa em contra atacar. O técnico Marquinhos Santos lançou Welinton Junior e Fábio Matos e, aos 41 minutos, Bergson recebeu na esquerda, tabelou com Anselmo na área e encheu o pé para virar o placar para os bicolores na Arena Pernambuco.

 
Ficha técnica (Santa Cruz 1 x 2 Paysandu)
 
Santa Cruz – Julio Cesar; Alex Travassos (Nininho), Anderson Salles, Bruno Silva e Tiago Costa; João Ananias, Derley e Thiago Primão; Bruno Paulo (Jackson), André Luís (Augusto) e Ricardo Bueno. Técnico: Givanildo Oliveira
Paysandu – Emerson; Ayrton, Perema, Gualberto e Perí; Renato Augusto, Nando Carandina (Welinton Junior) e Rodrigo (Augusto Recife); Magno (Fábio Matos), Bergson e Anselmo. Técnico: Marquinhos Santos
Gols: Ricardo Bueno 37’/1ºT (Santa Cruz); Ayrton 2’/2ºT e Bergson 41’/2ºT (Paysandu)
Cartões amarelos: Bruno Silva e Derley (Santa Cruz); Perí, Nando Carandina, Fábio Matos e Welinton Junior (Paysandu)
Cartão vermelho: Julio Cesar (Santa Cruz)
Local: Arena Pernambuco (João Lourenço da Mata/PE)
Data: 01/08/2017
Hora: 20h30
Árbitro: Pablo dos Santos Alves – PB (CBF)
Auxiliares: Oberto da Silva Santos – PB (CBF) e Kildenn Morais de Lucena – PB (CBF)
Público: 3.063
Renda: R$30.030,00
ORMNEWS